Minha história com o Evernote

minha-historia-com-evernote-desacelera-camila

Eu criei a minha conta no Evernote em julho de 2011 e nem lembro o porquê. Só sei que achava sensacional ter a opção de salvar, sincronizar notas e poder resgatá-las onde quer que eu estivesse. Mas assumo que no início eu não conseguia ver muito como usar o elefantinho de forma a aumentar a minha produtividade e usava o app como um grande repositório mesmo. Já nessa época eu odiava guardar papéis.

Mas foi depois de descobri o livro do Vladimir Campos, o Organizando a vida com o Evernote, que eu consegui enxergar o grande poder que essa ferramenta tem: planejar. Claro que algumas coisas eu já fazia, mas ele dava tantos exemplos práticos que ficava muito mais fácil dar um boost no uso diário. O livro foi lançado em dezembro de 2012 e já em janeiro de 2013 eu estava com a minha cópia no kindle e devorando o bichinho.

Desde então todos os planos passaram a ser feitos no Evernote. Viagens, compras que eu queria fazer, a mudança pra esse apartamento, notas fiscais diversas, contra-cheques e documentos em geral. É muito legal quando alguém diz que precisa da cópia da sua identidade e prontamente você manda um e-mail pra pessoa. A cara de espanto e o “Nossa! Como você é organizada.” são muito gostosos, assumo 😉

Mas eu sempre tive um pouco de dificuldade de priorizar o uso de cadernos e/ou de tags. Eu me enrolava e a coisa acabava ficando meio desorganizada, a sorte é que a busca do Evernote é algo tão potente que eu sempre me encontrei no meu caos. As coisas melhoraram pra mim quando a Thais resolveu migrar o sistema de organização dela pro Evernote. Eu acompanhei desde o início e tentei implementar também. Criei os cadernos, as tags e usei por um tempo, só que não se aplicou muito à minha realidade. O GTD sempre foi algo muito complexo pra minha cabecinha. Desisti das milhões de tags, mas mantive somente dois cadernos.

Meu Evernote ficou assim até bem pouco tempo. Usei somente dois cadernos: inblox e arquivo, sem tags e sempre confiando na busca incrível que o app tem. Eu sou assinante premium há bastante tempo, tenho todos os meus scanners com OCR, ou seja, o Evernote é capaz de ler dentro das minhas fotos, mesmo que seja de algo que foi escrito à mão.

Eu estou implementando o GDT, a partir da releitura da série que a Thais fez em 2014, só que com a minha cara. Não estou seguindo exatamente o que ela fez, porque já sei que não deu certo pra mim. Com as adaptações que eu estou fazendo, acho que consegui encontrar um meio termo que será útil em me manter focada no que eu realmente preciso fazer pra atingir os objetivos que eu tenho traçados. Resumidamente tenho mais cadernos e menos etiquetas, assim está funcionando pra organizar as mais de 1000 notas que eu já acumulei por lá.

Não consigo mais imaginar a minha vida sem o Evernote, realmente ele é a base do meu sistema de organização e TUDO vai parar lá, vindo da agenda, Bullet Journal ou e-mail. O Evernote é a minha inbox principal e é onde eu faço a minha revisão semanal. E depois que eu criei o blog é que ele virou mesmo o centro da minha produtividade diária 🙂

E vocês usam o Evernote? Se tiverem alguma dúvida ou sugestão é só falar aí embaixo.

Link Amazon organizando a vida com o evernote

31 comentários sobre “Minha história com o Evernote

    1. To me aventurando no Todoist, Robson. Não conheço bem mas to curiosa com o lance do carma hehe Adoro um hacking 😍
      To acompanhando os posts da Thais (Vida Organizada) e vejo se aprendo mais. Mas pelo q eu já testei ele funciona melhor na versão paga, ne? To meio pão dura pq acabei de renovar meu Evernote Premium hehe
      Qual versão vc usa? Vale a pena assinar Premium mesmo?
      Bjo e obrigada pela visita.

      Curtir

      1. Utilizo a versão premium e digo que vale a pena sim, o Thais Godinho é sem dúvida uma referencia em termos de organização, ainda não fiz nenhum curso pela Call Daniel mas tenho amigos que fizeram e gostaram muito. Um beijo

        Curtido por 1 pessoa

      2. To vendo que terei que investir hehe To amando o karma, já consegui uns bons pontos hoje. Bobeira, ne? Mas eu adoro um hacking ☺
        Eu to engatinhando em GTD ainda, quem sabe tbm não faço um curso desses?!
        Obrigada, Robson!

        Curtido por 1 pessoa

    1. Oi lindona! Eu usava muito o camscanner, mas depois que a Evernote lançou o Scannable eu fiquei só com esse. Ele é muito esperto e já fica td bonitinho e, claro!, sincroniza rapidex com o Evernote.
      Já percebeu que eu sou fanzoca, ne?! Kkkk

      Curtir

    1. Vc por aqui! Que coisa boa! Seria impossível falar da minha produtividade sem citar o seu trabalho. Te conheci pelo iTech Hoje há muito tempo atrás e ouço o VCP e o Diário sempre. Você e o Alexandre são podcasters que eu sigo com louvor.
      Aliás, nem citei nesse post, mas estarei sábado no seu webnar com o Coca. Não perderia essa oportunidade.
      E pelo visto preciso mesmo ativar um Twitter aqui pro blog, até tenho um pessoal mas está cheio de teias de aranha 😉 Obrigada pela dica!
      Li tbm o Planejando viagens com o Evernote e até deveria ter falado aqui, o livro é ótimo. Ah e o Prisioneiro do livro vermelho tbm está na minha coleção. Parabéns pelo trabalho, Vladimir e muito obrigada pela visita.

      Curtir

  1. Olá Camila, também amo o Evernote e tenho conta desde setembro/2011. Minha historia se parece muito com a sua, pois no começo eu somente o utilizava como um repositório de sites e tal…O livro do Vladimir Campos foi o que me ajudou a potencializar o uso do Evernote!
    Depois também tentei implementar o GTD com as dicas da Thais, mas assim como para você foi muito pra mim, não preciso de tanta complexidade.

    Eu ajustei para os meus moldes, modificando centenas de vezes …rs. Atualmente utilizo como arquivo e para gerenciamento de tarefas, usando 4 cadernos apenas e tags para identificar/classificar as notas.

    No entanto, sempre sinto falta de um aplicativo especifico para tarefas. Mas não acho prático ter que usar múltiplas ferramentas.
    Tentei muitos aplicativos, mas ou tinha coisas demais (toodledo) ou de menos como (gtasks).

    Queria algo compatível com minhas caixas de entradas (evernote e e-mail/gmail). Não sei porque só descobri recentemente o gqueues da Google. Estou testando antes de migrar minhas listas de tarefas do evernote para lá, mas a principio estou achando super legal.
    Eh integrado com o google calendar, que uso como agenda, além do próprio gmail.

    Você conhece o gqueues?

    Seria muito legal se você compartilhasse seu esquema atual no evernote, como usa os cadernos x tags. Eu sempre aprendo muito e aprimoro meu sistema ao comparar com o de outras pessoas que também o utilizam como ferramenta de produtividade.

    Desculpe o enorme comentário. Sigo te acompanhando 🙂

    Abraços.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi Jane,que comentário incrível! Amei!
      Não conheço e já coloquei aqui na lista de coisas pra eu pesquisar 😉
      Estou implementando há pouco tempo o GTD (dessa segunda vez), então acho que ele ainda está super bagunçado. Sábado vou fazer um webnar com o Vladimir Campos e pretendo tirar algumas dúvidas e vejo se melhoro a situação. Mas está anotada a ideia de mostrar mais da minha estrutura. Eu fiquei curiosa com a sua estrutura pq acho que estou com muitos cadernos 12 (sendo um compartilhado com o marido, não faz parte do fluxo normal), mas isso é pq eu não amo usar etiquetas hehe
      Eu estou acompanhando os posts da Thais sobre o Todoist e vou ver se vale levar as tarefas pra lá, tbm não acho que o Evernote seja o lugar ideal pra tarefas.
      Não suporto o toodledo 😦
      Espero qu você volte sempre, pelo visto temos muito o que compartilhar.
      Bjo e obrigada!

      Curtir

      1. Oi Camila! Obrigada =)

        Então na verdade eu usava somente dois cadernos, inbox e referencia (arquivo). Mas senti necessidade de ter mais dois cadernos: um para informações rápidas como login/senhas, endereços e tal para poder baixar offline no celular. E outro para compartilhar notas.

        Eu tb nao sou muito amiga de etiquetas não rs, mas eu acho mais fácil do que ter um monte de cadernos e na hora de processar vc acaba tendo que usar etiquetas mesmo, porque senão imagina, eu por exemplo teria que ter uma pilha de cadernos chamada documentos e dentro dele um caderno para cada tipo de coisa, como doc de imoveis, pessoais, do filho, da filha etc…Acho que no fim seria a mesma chatice das etiquetas, mas com um agravante, ao arquivar vc precisa ter o cuidado de verificar se colocou no caderno certo e tal…Pra mim fica mais trabalhoso….

        Deixo tudo caderno arquivo e nas tags classifico em ordem alfabética ou por grande grupos.

        Quanto as tarefas é que ainda estou em dúvida se passo tudo para o gqueues, ainda não sei…

        Compartilhe seu esquema…amo esses assuntos de produtividade, ferramentas, organização. Além de tudo o que tem escrito.

        Beijos 😉

        Curtido por 1 pessoa

      2. Entendi Jane. Eu fui lá ver o gqueues, é igual ao Todoist que eu to testando. Então nem baixei.
        Vou colocar meu esquema aqui sim, mas meu problema são tarefas/projetos. Ai que eu uso muitos cadernos. Os meus: inbox, tarefas (pilha: próximas tarefas e futuro), projetos (pilha: 5 cadernos, 4 com 4 grandes projetos e 1 de projetos curtos- tem 3), algum dia/talvez, Big Picture, um que eu divido com o marido e o arquivo. São muitos né?
        Só uso etiquetas pro que eu arquivo que era de projeto específico, arquivo em geral vai sem etique, confio na busca. Uso etiquetas pra gerenciar as tarefas mesmo. Vou fazer um post kkk
        Semana que vem sai 😉

        Curtir

  2. Eu tentei usar o Evernote e por um tempo funcionou, mas acontece que não tenho tanta coisa assim pra lembrar de usar regularmente e acabou ficando abandonado. Eu tenho tudo organizado no google drive, é o máximo que consigo fazer. 🙂

    Curtido por 1 pessoa

    1. Mas a maior parte das minhas mais de mil notas são arquivos, eu não uso Google Drive e nem Dropbox. Concentrei tudo no Evernote.
      Mas uso muito ele pra coletar ideias, jogar coisas que quero fazer depois, tipo quando a Pretinha Básica me indicou pra Tag, já fui lá e criei a nota, se não esqueceria hehe
      Bjo

      Curtir

  3. Camila, parabéns por este seu texto. Passei a usar mais o Evernote, durante minha 2ª graduação, mas não gerencio tudo com ele. Os apps do Google e o Dropbox são muito importantes para meu uso. Mas é nas anotações, fichamentos, bookmarks, salvamento de email, comprovantes, etc – que uso mais o Evernote. Sou fã do WebClipper.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Sou fanzona do Evernote tb! Minha conta é de set/10 e sempre usei como arquivo de referência mesmo (viva o Web Clipper). Depois que a Thais fez o guia para o GTD no Evernote, resolvi fazer tb. Montei toda a estrutura de tags e apenas o nível ground que não apliquei lá pq já usava o Toodledo (adoro 😛 ) e achei muito confuso adaptar no evernote. Fora cadernos compartilhados, tenho apenas 2 cadernos: Inbox e Processado. Todo o resto é por tags e pela busca power (tb sou premium)
    Agora que estou re-estudando o GTD , estou planejando mudar algumas coisas na estrutura para atender melhor minhas necessidades.
    Enfim, o que mais acho legal no evernote é que ele pode ser usado de mil formas diferentes e atender os mais variados tipos de pessoa. 🙂
    Bjocas

    Curtido por 1 pessoa

    1. Eu odiei o Toodledo kkk
      Só agora estou vendo que o GTD pode ser pra mim, sempre achei muito engessado e confuso. O método é o mesmo, então acho que eu que estou mais aberta a ele.
      Eu amo o Evernote, mas não gosto de etiquetas. Tbm não sei se eu nunca soube usar direito.
      Tô tentando há duas semanas e tô gostando, acho que é porque dessa vez eu resolvi estudar a coisa e adaptá-la a minha realidade.
      Vamos ver quanto tempo dura hehe
      Bjo 😘

      Curtido por 1 pessoa

  5. Camila, que inveja dessa tecnologia… Já tive evernote mas não sabia pra onde ia, então hoje tenho uma pilha de cadernos e pastas físicas que me atormentam. Preciso muito alcançar maior produtividade com esse app. Fiz uma frase que parece maluca pra ganhar o ebook mas só com um tempo pra entender o que escrevi lá, rs
    Foi por acaso que vim parar em teu blog, não tenho hábito de ler blogs , mas já sou sua fã, me encheu de esperança de uma vida mais leve.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi Maryella! Seja bem vinda!
      Eu to tentando e se quiser me acompanhar eu vou adorar 😉
      Sem dúvidas o Evernote me ajuda muito a ter uma vida mais leve. Eu odeio papelada hehe
      E quer uma dica? Leia mais blogs, eles são demais, eu amo e aprendo muito com as experiências de outras pessoas.
      Frase maluca? Quanto mais maluca melhor!!! Boa sorte!
      Bjo

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s